Tipos de malocusão

Para obter informações sobre os tipos de maloclusão, consulte o seguinte:
 
Maloclusão é o desalinhamento ou relação incorreta entre os dentes dos dois arcos dentários, quando se aproximam um do outro conforme mandíbula e maxila se fecham.
 
Alguns tipos comuns de maloclusões incluem:



Apinhamento

O apinhamento é causado por uma discrepância entre o comprimento do arco e o tamanho dos dentes. Clinicamente, os dentes se sobrepõem e são deslocados em direções diferentes. Dependendo da quantidade da discrepância, o apinhamento pode ser classificado como leve (até 3 mm), moderado (de 3 a 5 mm) e severo (mais de 5 mm).
 
As abordagens de tratamento precisam considerar os tecidos moles e o perfil facial do paciente, a classe de maloclusão, as posições dentárias e a quantidade de apinhamento em si.
 
No caso de apinhamento leve, geralmente são indicadas expansão e proclinação. Para casos de apinhamento moderados a severos, outras estratégias e técnicas auxiliares precisam ser usadas para atingir os objetivos do tratamento.
 
Vcc.1160_en_01_Crowding.gif



Espaçamento

Espaçamento é quando há espaços interdentais e falta de pontos de contato interproximais entre os dentes.
 
O espaçamento geralmente está relacionado a uma discrepância no tamanho do dente, dentes ausentes, hábitos parafuncionais ou uma combinação deles.
 
O espaçamento leve pode, normalmente, ser corrigido apenas com os alinhadores. O espaçamento moderado pode ser corrigido com retração (se os dentes estiverem proclinados). O espaçamento grave geralmente requer o uso de uma combinação de diferentes técnicas para corrigir a maloclusão, incluindo o uso de alinhadores transparentes e auxiliares.
 
A contenção é particularmente importante após tratar casos de espaçamento, bem como monitorar e controlar quaisquer hábitos prejudiciais anteriores que o paciente possa ter, para ajudar a prevenir a recidiva.
 
Vcc.1167_en_01_Spacing.gif



Mordida profunda

A mordida profunda ocorre quando há uma sobreposição vertical aumentada dos incisivos superiores nos incisivos inferiores, geralmente medida perpendicular ao plano oclusal.
 
Um aumento da sobremordida profunda (mordida profunda) é um problema vertical comum e tem implicações funcionais importantes para o paciente.
 
Mordidas profundas são causadas por uma combinação de fatores e, se não forem muito graves, podem ser corrigidas apenas com alinhadores.
 
Vcc.1162_en_01_DeepBite.gif



Mordida aberta

Uma mordida aberta é uma condição dentária anormal na qual os dentes anteriores ou posteriores não têm contato com o arco oposto.
 
  • Uma mordida aberta anterior geralmente é definida como uma condição na qual os dentes anteriores não estão em contato quando o paciente morde em oclusão cêntrica.
  • Uma mordida aberta posterior é menos comum. Nesse caso, os dentes posteriores não estão em contato na oclusão cêntrica. Ela está relacionada a hábitos, dentes anquilosados e outros fatores.
As mordidas abertas podem ser uma condição dentária ou esquelética. Deve ser dada atenção ao perfil dos tecidos moles do paciente, formato do arco maxilar e ângulo mandibular (geralmente visto em uma radiografia cefalométrica lateral).
 
Você pode corrigir de forma previsível mordidas abertas com alinhadores transparentes pela retroclinação dos incisivos, se inicialmente proclinados, beneficiando-se da extrusão relativa para melhorar a correção do problema vertical. Se uma mordida aberta anterior estiver presente antes, durante ou após o tratamento com alinhadores transparentes, uma avaliação abrangente deverá ser realizada para determinar adequadamente o motivo da mordida aberta. Determine se é devido a uma etiologia dentária, esquelética, muscular ou diferente. Somente então o tratamento apropriado pode ser selecionado. É muito importante monitorar os casos com muito cuidado para observar se uma mordida aberta posterior se desenvolve durante uma correção ortodôntica com alinhadores transparentes. O desenvolvimento de uma mordida aberta posterior durante o tratamento com alinhador é uma complicação geralmente relacionada a contatos anteriores prematuros, à medida que o tratamento progride. Eles podem ser evitados ao analisar o setup do tratamento. Se uma mordida posterior se desenvolver, ela deve ser tratada sem demora. Uma revisão pode ser necessária.
 
Vcc.1163_en_01_OpenBite.gif



Mordida cruzada

Mordida cruzada é uma relação invertida entre os dentes: os dentes superiores, anteriores ou posteriores, são deslocados palatinamente em relação aos dentes inferiores.
 
É importante descobrir a causa da mordida cruzada para poder tratá-la corretamente. Identificar se a mordida cruzada é uma mordida cruzada dentária ou mordida cruzada esquelética conduzirá o planejamento do tratamento.
 
Uma mordida cruzada dentária está relacionada ao deslocamento do dente, e uma mordida cruzada esquelética geralmente está relacionada a um arco maxilar estreito. Um exame clínico completo, bem como radiografias, são necessários para fazer o diagnóstico diferencial.
 
Uma mordida cruzada esquelética é indicada por um arco maxilar estreito e/ou um arco mandibular largo. O longo eixo dos dentes parece normal neste caso, mas os arcos não são coordenados devido à discrepância transversal.
 
As mordidas cruzadas dentárias geralmente podem ser corrigidas com alinhadores. As mordidas cruzadas esqueléticas geralmente precisam de uma fase anterior de tratamento com outros aparelhos (expansores fixos ou expansão assistida cirurgicamente).
 
Vcc.1161_en_01_CrossBite.gif

Fontes e referências: 

1.) Gale Encyclopedia of Medicine, Mar 2021; 2.) Mosby's Medical Dictionary, 9th Edition. © 2009; 3.) T.T. Weir, 2017. O dentista é responsável pela avaliação do caso, monitoramento do tratamento e resultado final.

 

 

480.1158_brpt_01

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 16 de 17

Comentários

0 comentário

Por favor, entre para comentar.

Tem mais perguntas?
Enviar uma solicitação
Compartilhe, se você gostar.