IPR – Boas práticas

Para obter informações sobre boas práticas de IPR, consulte o seguinte:




A saber antes de avançar

A IPR (redução interproximal) é um procedimento no qual, ao reduzir as superfícies proximais dos dentes, é criada uma quantidade muito pequena de espaço entre os dentes para permitir que os dentes se movam durante o tratamento. A IPR é frequentemente recomendada ao tratar pacientes com alinhadores transparentes.

Existem vários aspetos importantes a ter em consideração ao realizar IPR.

A saber antes de avançar

  • A quantidade e o local da redução interproximal serão recomendados pela ClearCorrect, mas essas recomendações não são absolutas.
  • Pode informar-nos sobre como pretende realizar a redução interproximal (que dentes, quando e como, sem redução interproximal, expansão, redução interproximal limitada, expansão limitada, etc.).
  • A redução interproximal fica sempre ao critério do médico dentista e cabe-lhe a si comunicar quaisquer alterações necessárias.
  • Diga-nos o que pretende nas secções de IPR e Additional instructions (Instruções adicionais) do formulário quando submeter o seu caso.



Revisão pré-IPR pelo médico dentista

  • Determine se deve realizar a IPR recomendada nesta consulta. (Pode optar por adiar parte da IPR até à próxima consulta.)
  • Determine se é necessária uma separação antes da redução interproximal devido a qualquer rotação ou apinhamento excessivo. (A separação pré-IPR ocorre quando um separador ortodôntico, borracha ou fio é colocado entre os dentes sobrepostos para os afastar o suficiente para criar espaço para que o disco IPR encaixe interproximalmente. Dependendo da quantidade de apinhamento, o separador pode ser deixado por alguns minutos até um dia ou dois.)
  • Determine que superfícies dos dentes serão reduzidas.
  • Determine que instrumentos e métodos pretende utilizar (tiras abrasivas, discos de face única ou dupla face, etc.).



Preparação pré-IPR pelo pessoal

  • Aquando da chegada do paciente para a entrega dos novos alinhadores, reveja o setup de tratamento ou o plano do tratamento enviado com este caso para ver se a redução interproximal é recomendada nesta consulta
  • Em caso afirmativo, confirme que o paciente e/ou os pais entendem o procedimento e assinaram um formulário de consentimento informado.
  • Prepare a instrumentação conforme exigido pelo médico dentista.
  • Identifique os locais e as medições da redução interproximal a realizar.

 



Preparação pré-IPR do paciente

  • Explique todo o procedimento de redução interproximal ao paciente (e, se adequado, ao tutor do paciente) antes de começar.
  • Informe sobre os improváveis, mas possíveis, efeitos negativos:
    • Sensibilidade/desconforto
    • Sangramento nas gengivas, lábios ou bochechas
    • Sensação de uma ligeira “vibração” no dente
    • Poderá sentir alguma pressão nas gengivas
    • Anatomia deformada
    • Não aumenta a possibilidade de cáries
  • Obtenha sempre um consentimento assinado antes de realizar a redução interproximal.
  • Efetue qualquer separação dos dentes antes da redução interproximal, se necessário.
  • Aplique uma pequena quantidade de anestésico tópico, se o paciente preferir.



Realização da redução interproximal

  • Não realize a redução interproximal onde já houver espaço.
  • Confirme sempre o cumprimento do tratamento antes de realizar a redução interproximal:Checking Compliance.png
    • Verifique se há contacto entre os dentes e o fio dentário.
    • Um contacto significa que o paciente está a cumprir o tratamento (tem estado a usar os seus alinhadores). Continue o tratamento conforme planeado.
    • Nenhum contacto significa que é provável que o paciente não esteja a cumprir o tratamento. Não avance já para o passo seguinte. Faça com que o paciente permaneça com o passo atual durante mais 1 a 2 semanas e volte a confirmar o cumprimento do tratamento na próxima consulta.
  • Assegure um acesso seguro e adequado aos locais de redução interproximal:Snap on disc guard tip.png
    • Se o acesso for fraco, considere a utilização de uma proteção do disco.
    • Comece com os locais mais posteriores, trabalhando anteriormente.
    • Comece com RPM reduzidas até ser obtida a angulação pretendida e, em seguida, aumente as RPM para realizar a redução.
  • Solicite ao seu assistente que direcione um fluxo de ar para o local da redução interproximal, afastado do seu rosto e do rosto do paciente.
  • Certifique-se de que observa continuamente os aspetos labiais e linguais para garantir que os dentes não estão a ser cortados de forma inadequada.
  • Utilize uma pressão ligeira no instrumento, permita que os abrasivos realizem o corte.
  • Realize a quantidade de redução interproximal indicada no plano de tratamento:
    • Pode ser obtida uma redução interproximal de 1 mm com tiras abrasivas de 0,08 mm (extrafinas), 0,10 mm (finas) e 0,13 mm (médias).
    • Pode ser obtida uma redução interproximal de 2 mm com um disco de face única de 0,1 mm de espessura.
    • Pode ser obtida uma redução interproximal de 3 mm com um disco de dupla face de 0,15 a 0,2 mm de espessura, movendo suavemente o disco para trás e para a frente, mesial e distalmente no espaço interproximal até ser obtido o espaço pretendido.
  • Para confirmar que o contacto foi completamente rompido, pare o instrumento e pressione-o suavementeBreaking Contact.png contra o tecido gengival.
  • Ao reduzir um contacto, certifique-se de que o interrompe completamente. A resistência diminuirá e o tecido gengival esbranquiçará.
  • Confirme o espaço interproximal criado utilizando um medidor de espessura de redução interproximal.
  • Idealize a anatomia do dente após a redução interproximal:
    • Faça os cortes num ângulo em que o aspeto do dente não seja perturbado.
    • Verifique as superfícies reduzidas com um explorador ou fio dentário quanto à presença de fendas ou “saliências” no dente.
        • Utilize brocas de diamante ou tiras abrasivas para arredondar quaisquer cantos afiados.IPR Tracking Chart.png
      • Documente a redução interproximal realizada, incluindo a quantidade e o local. Pode utilizar o gráfico de seguimento do curso da redução interproximal no nosso Help Center ou colocar notas diretamente no plano de tratamento ou noutra documentação.

      Seguir estas boas práticas pode ajudar a tornar uma experiência de outra forma possivelmente desconfortável para o paciente numa consulta simples e rápida antes de distribuir o seu próximo conjunto de alinhadores.

      A ClearCorrect oferece materiais de IPR para realizar IPR durante o seu caso. Estes materiais podem ser comprados na loja online

       Os materiais IPR e outras mercadorias estão sujeitos a disponibilidade em diferentes regiões. Contacte o seu representante para ver que materiais de IPR estão disponíveis para compra na sua área.

Este artigo foi útil?
Utilizadores que acharam útil: 10 de 11

Comentários

0 comentário

Artigo fechado para comentários.

Tem mais perguntas?
Submeter um pedido
Partilhe-o, se gostar.